quinta-feira, setembro 21, 2006

O lugar que o Senhor escolheu para pôr José S. neste mundo foi o da aldeia de S. Francisco de Assis. E de todos os lugares de todo o mundo, o Senhor não podia ter escolhido sítio mais esquecido pelos homens do que aquele buraco perdido na serra.
Foi do volfrâmio retirado das entranhas da serra que José fez o sustento. Primogénito e forte como um touro, cedo teve de trabalhar para que os seus irmãos tirassem os seus cursos. Isto não o impediu de ser o primeiro a ter rádio na aldeia. Pelas ondas hertzianas viajavam as notícias da vitória dos aliados sobre as potências do eixo. Enquanto o mundo se via livre de Hitler, Portugal não se via livre de Salazar.
José candidatou-se à Junta de Freguesia mas perdeu as eleições para a União Nacional. Ao mesmo tempo, o seu cunhado era preso pela PIDE e torturado em seus calabouços.
José S. era meu avô e morreu prematuramente devido a um erro médico.
Acho que muito do que sou se deve ao meu avô José e às histórias que a minha mãe contava dele.
Um beijo, avô. Onde quer que estejas.

2 Comments:

Blogger maria said...

muito bonito.

3:58 da tarde  
Blogger maria said...

estou de volta.

obrigada pelo incentivo,

bjo, maria

5:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home